Seminário de Educação da UBES: Precisamos falar de educação na pandemia

Entre 7 e 9 de maio, secundas debatem projetos e desafios do ensino público, diante realidade difícil e descaso do governo federal

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas convoca um Seminário de Educação neste momento grave, de aumento da evasão escolar, dos problemas de saúde mental e da desnutrição alimentar. A programação será online e acontece entre os dias 7 e 9 de maio. 

>> Inscreva-se aqui para o Seminário de Educação

“Mais uma vez nós precisamos ser mais responsáveis que o governo Bolsonaro, que mesmo após um ano, fecha os olhos para os problemas da educação”, afirma Rozana Barroso, presidenta da UBES. 

A ideia é debater junto com ativistas e especialistas em educação para apontar caminhos neste momento grave, a partir das necessidades estudantis. Estão em pauta projetos em tramitação atualmente, como o de ensino domiciliar – também chamado de “homeschooling” -, defendido pelo governo Bolsonaro. E quais as maiores demandas dos estudantes.

“Precisamos falar sobre a falta de conectividade, de merenda, de condições para estudar na pandemia, enquanto o governo Bolsonaro nega o conhecimento e aposta em prioridades equivocadas”, convoca Herbert Coelho, diretor de Políticas Educacionais da UBES. 

Cenário atual

Uma nota técnica extensa e detalhada publicada pela UBES em março mostra um cenário atual bastante crítico: evasão e abandono escolar, insegurança alimentar, problemas sociais e de saúde mental entre estudantes. Faltam planejamento, orientações, ações e investimentos do governo federal no enfrentamento à pandemia. A verba do MEC diminui ano a ano no governo Bolsonaro. 

No último mês, a UBES uniu a sociedade num grito por “pão, vida, vacina e educação”. Agora, o momento é de formular as políticas que podem construir esta outra realidade que tanto defendemos. 

>>Acompanhe a UBES nas redes sociais para mais detalhes e novidades sobre o Seminário de Educação