Milhares tomam as ruas do Brasil contra a reforma trabalhista e da previdência

Estudantes e trabalhadores se unem na luta contra os retrocessos de Temer

Este ano, o dia 15 de março entrará para a história como o dia em que milhares de trabalhadoras e trabalhadores, professoras e professores e estudantes saíram às ruas de todo o Brasil em defesa de seus direitos e contra a reforma da aposentadoria que o governo ilegítimo de Temer que impor à população.

Neste Dia Nacional de Paralisação Contra a Reforma da Previdência, a grande maioria das capitais e cidades do interior tiveram manifestações desde cedo pelo direito de se aposentar e contra a reforma trabalhista. A greve foi encabeçada por entidades educacionais e teve apoio de outras categorias, como os metroviários, os bancários e os trabalhadores do transporte rodoviário,  que também pararam nesta quarta-feira.

Em trâmite no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda Constitucional 287 muda, que as regras da previdência, vai inviabilizar a aposentaria de milhares de brasileiros e avançar ainda mais na desigualdade social. A “reforma” vai atingir de forma radical a vida de 7 em cada 10 brasileiros, principalmente os mais pobres.

Saiba o que muda na vida do jovem com a reforma da aposentadoria

Confira como foram os atos pelo Brasil:

SÃO PAULO

Praça da República, São Paulo. Foto: CUCA da UNE

Praça da República, São Paulo. Foto: CUCA da UNE

Um grande ato, com concentração às 16h no vão livre no MASP, reuniu cerca de 200 mil na avenida Paulista.  Em paralelo ao ato organizado na Paulista, cerca de 50 mil profissionais da educação realizaram manifestação na Praça da República. Em assembleia , a categoria deliberou greve da rede estadual dos professores a partir do dia 28 de março. No interior e no litoral, cidades como Santos e Itanhaém, também tiveram protestos contra os retrocessos de Temer.

RIO DE JANEIRO

Foto: Mídia NINJA

Foto: Mídia NINJA

No Rio de Janeiro, o protesto, com concentração em frente a Candelária, percorreu a avenida Presidente Vargas, importante via do centro da cidade. Na altura da estação Central do Brasil, a polícia atacou a manifestação pacífica com bombas de efeito moral. Também hoje, integrantes da Frente Povo Sem Medo ocupou o prédio do INSS no Rio de Janeiro contra a reforma da previdência. Na Gávea, ato de professores também se posicionava contra a medida.

MINAS GERAIS

Belo Horizonte. Foto Maxwell Vilela / Mídia NINJA

Belo Horizonte. Foto Maxwell Vilela / Mídia NINJA

As ruas de Belo Horizonte estiveram lotadas no dia de Paralisação Nacional. Mais de 100 mil pessoas foram ao ato contra a Reforma da Previdência, mostrando que em BH Temer não tem vez! Diversas cidades do interior de Minas Gerais tiveram protestos contra a reforma da aposentadoria.

BRASÍLIA

Foto: Graziele Frederico/G1

Foto: Graziele Frederico/G1

Manifestantes ocuparam na madrugada desta quarta-feira (15) o Ministério da Fazenda, em Brasília. Segundo o Movimento Sem Terra (MST), a ação é, entre outros motivos, em protesto contra a reforma da Previdência. Além de sem-terras, o grupo também era constituído por agricultores familiares e sem-teto. Por volta do meio-dia, havia cerca de 10 mil pessoas no local.

Pela manhã, em frente ao Congresso Nacional, manifestantes, incluindo professores, que iniciaram um movimento de greve por tempo indeterminado também nesta quarta, protestavam contra a reforma da previdência. O grupo espalhou cruzes no gramado em frente ao Congresso Nacional para simbolizar pessoas que vão morrer sem poder se aposentar, caso a reforma seja aprovada.

CEARÁ

Foto: Lucas Calixto | Levante Popular dá Juventude

Foto: Lucas Calixto | Levante Popular dá Juventude

Na manhã desta quarta-feira, mais de 30 mil pessoas ocuparam as ruas de Fortaleza.

SERGIPE

fOTO: Gian Brasil / Mídia NINJA

Foto: Gian Brasil / Mídia NINJA

Cerca de 10 mil pessoas caminharam pelas ruas de Aracaju contra a reforma da previdência!

ACRE

Mídia NINJA

Mídia NINJA

Taraucá no Acre também parou hoje, no dia de paralisação geral. Cidades de norte a sul do Brasil disseram não à Reforma da Previdência

BAHIA

Foto: Mídia NINJA

Foto: Mídia NINJA

Até em Canudos, interior da Bahia, o povo se mobilizou contra a reforma da previdência. Na capital do Estado, Salvador, os manifestantes paralisaram o trânsito na região do Iguatemi e centenas de ônibus também pararam.

SANTA CATARINA

Foto: Mídia NINJA

Foto: Mídia NINJA

Blumenau também disse não à Reforma da Previdência! Houve paralisação geral das trabalhadoras e trabalhadores na cidade hoje pela manutenção da aposentadoria e seus direitos. Esta quarta-feira, em Rio do Sul, interior de Santa Catarina, também foi marcada por manifestações contrárias à reforma da previdência.

Da redação com informações da Mídia NINJA e G1.