Nota de solidariedade e repúdio ao assassinato de Dilan Cruz

Nos solidarizamos com a luta dos estudantes colombianos. Sabemos o quanto as políticas de morte, exclusão e ditaduras tão inerentes do entreguismo imperialista podem ser fatais ao nosso continente

A União Brasileira de Estudantes Secundaristas – UBES, que tem como um de seus princípios a unidade latino-americana em defesa da educação e da democracia, manifesta seu repúdio ao assassinato do estudante secundarista Dilan Cruz, ocasionado por um ataque das forças policiais colombianas durante uma manifestação na cidade de Bogotá.

Dilan Cruz, de 18 anos, estava terminando o ensino médio e se preparava para ingressar no ensino superior no próximo ano através de um financiamento estudantil pelo qual lutava, e foi brutalmente assassinado pelo ESMAD em uma ação truculenta para dispersar o ato pacífico.

Repudiamos, para além do estado colombiano e da truculência policial como um todo, o Esquadrão Móvel de Combate a Distúrbios – ESMAD, também conhecido no país como O Esquadrão da Morte. Esta divisão da polícia nacional colombiana foi criada em 1999, especialmente para reprimir as mobilizações sociais e “acalmar distúrbios” provocados por grandes massas. Desde a sua criação, mais de 20 assassinatos foram provocados pelo esquadrão.

Nos solidarizamos com a luta dos estudantes colombianos. Sabemos o quanto as políticas de morte, exclusão e ditaduras tão inerentes do entreguismo imperialista podem ser fatais ao nosso continente. No Brasil, desta vez pelas palavras do ministro Paulo Guedes, se ouve ameaças de volta do AI-5, que matou, perseguiu e torturou aqueles que defendiam a democracia e a soberania brasileira. Lutar por nossos direitos jamais deveria ser crime. Nos colocamos à disposição da luta anti-imperialista e democrática, junto de nossos irmãos da América Latina e Caribe. A morte e a truculência não são a resposta para os sonhos de Dilan, que também são nossos sonhos. Sonhos pelos quais lutamos e vamos às ruas. Sonho de mais dignidade e qualidade de vida. Sonho de mais educação, saúde e emprego. Sonhos de liberdade e soberania para nossos povos e nações.

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas
26 de novembro de 2019