ID Jovem – Identidade Jovem | Tire suas dúvidas!

O ID Jovem é o novo documento da juventude brasileira e fornecido pela Secretaria Nacional da Juventude. Ele foi criado com o intuito de dar mais acesso à cultura, arte e oferecer uma educação complementar aos jovens. Para ter o seu ID Jovem nem é necessário estar estudando, portanto até quem já concluiu os estudos pode se beneficiar. Tem direito a ele jovens de 15 a 29 anos e a emissão do documento é totalmente gratuita.

Atenção: o ID Jovem deve ser apresentado junto de um documento oficial de identificação com foto.

ID Jovem cinema com Meia-Entrada

Também conhecida como Identidade Jovem, a ID Jovem possibilita que o beneficiado tenha acesso à meia-entrada em eventos artísticos-culturais e esportivos. Conforme consta assim no artigo. 23 da Seção VI na Lei nº 12.852:

Art. 23.  É assegurado aos jovens de até 29 (vinte e nove) anos pertencentes a famílias de baixa renda e aos estudantes, na forma do regulamento, o acesso a salas de cinema, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses, eventos educativos, esportivos, de lazer e entretenimento, em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares, mediante pagamento da metade do preço do ingresso cobrado do público em geral.  

Assim como os demais cidadãos cadastrados no CadÚnico, o portador do ID Jovem também tem isenção em concursos públicos e vestibulares de universidades e institutos federais.

ID Jovem Passagem de ônibus intermunicipal

Além disso, ele também possui o direito a vagas gratuitas ou com desconto no sistemas de transporte coletivo interestadual (ou seja, para outros estados). Esse último conforme consta no Decreto nº 8537:

Na forma definida no art. 32 da Lei nº 12.852, de 5 de agosto de 2013, ao jovem de baixa renda serão reservadas duas vagas gratuitas em cada veículo, comboio ferroviário ou embarcação do serviço convencional de transporte interestadual de passageiros e duas vagas com desconto de cinquenta por cento, no mínimo, no valor das passagens, a serem utilizadas depois de esgotadas as vagas gratuitas.  

§ 1º  Para fins do disposto no caput, incluem-se na condição de serviço de transporte convencional:

I – os serviços de transporte rodoviário interestadual de passageiros, prestado em veículo de características básicas, com ou sem sanitários, em linhas regulares;

II – os serviços de transporte ferroviário interestadual de passageiros, em linhas regulares; e

III – os serviços de transporte aquaviário interestadual, abertos ao público, realizados em rios, lagos, lagoas e baías, que operam linhas regulares, inclusive travessias.

Viagens gratuitas com Identificação Jovem

Além de gratuidade no transporte interestadual e meia-entrada em eventos culturais, o jovem ainda tem isenção na taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No caso do transporte, algumas viações podem pedir para que o beneficiado pague o pedágio – algo em torno de 8 reais. Mesmo com esse pequeno incidente, o ID Jovem compensa muito. Veja por exemplo em uma viagem de Florianópolis para São Paulo, você pagaria mais de 200 reais.

Outras despesas como alimentação cedida pela companhia, taxa de embarque e outros valores serão cobrados do jovem. Também é importante notar que o beneficiário não pode fazer reserva em mais de um horário no mesmo dia, nem para o mesmo destino. Pois isso demonstra que o passageiro não está deixando o benefício disponível para outros jovens que possuem o direito. Outro ponto que assegura o direito do jovem é que o cartão ID Jovem é intransferível, ou seja, só pode ser utilizado pelo jovem cadastrado.  

Também saiba que as viações são obrigadas por lei a reservar 2 vagas gratuitas para o jovem de baixa renda e 2 vagas para que seja pago a metade do preço. Porém, depois que essas 4 vagas totais são preenchidas, os jovens posteriores deverão arcar com o preço total da passagem.

Como comprar passagem com o ID Jovem pela Internet

Note ainda que, pelas compras feitas através da internet, as viações podem não aceitar o ID Jovem. No entanto, compras feitas diretamente no quich devem ser aceitas. Caso houver recusa do benefício por parte da empresa, o jovem poderá solicitar justificativa formal da recusa por escrito. Essa declaração deve constar a data, hora, local e motivo da recusa. Em seguida, poderá realizar uma denúncia na ouvidoria da ANTT, pelo site da agência, ou pelo Disque 166

Por fim, o programa ID Jovem inclui apenas viagens do serviço convencional de transporte (excluindo por exemplo, ônibus com leito) de transporte interestadual de passageiros. Por isso pode ser que exista uma oferta reduzida de horários. Vocè pode ainda consultar aqui se a linha desejada é convencional e se há mais horários disponíveis do que os informados pela empresa.

Carteirinha ID Jovem

No momento da compra da passagem no quiche ou no momento da viagem, é importante estar com o aplicativo ID Jovem já baixado e cadastrado, assim como ter o cartão impresso por segurança. O cartão virtual do ID jovem tem validade de 180 dias depois da sua emissão. Ou seja, o portador precisa renovar o seu cartão de 6 em 6 meses. Quando o cartão for renovado, serão verificados de novo os requisitos para ser um beneficiário do ID jovem.

Também é possível imprimir e plastificar seu documento, para ser usado como se fosse uma carteirinha estudantil. É interessante ter o ID Jovem impresso para o caso de locais que não aceitem apenas o documento digitalizado pelo aplicativo. Isso porque pode ser utilizado o próprio aplicativo com acesso a internet para conseguir os benefícios.Para isso basta apresentar seu documento no celular no guichê de atendimento e exigir seus benefícios junto a empresa.

Se o jovem não quiser baixar o aplicativo e ter o cartão digitalizado sempre a mão, ele pode emiti-lo todo pelo site e imprimir o cartão.

I.D. Jovem 2.0. cadastro, como fazer?

É tudo muito simples e prático, basta seguir o passo a passo abaixo e solicitar a emissão do ID Jovem:

  • Baixe o aplicativo ID Jovem na Apple Store ou Play Store (dependendo do sistema operacional do seu celular);
  • Preencha o formulário com seus dados e as informações corretamente. Será solicitado nome da mãe, data de nascimento, nome completo do beneficiado e o número NIS;
  • Após a confirmação, caso não haja erros em seu cadastro, será gerado sua ID jovem com QRCode com código de identificação, data de validade e dados do titular;
  • Clique na imagem de seu cartão e depois clique em Imprimir.

Esse é passo a passo deve ser feito caso o jovem faça o procedimento em casa. Isso porque, se o jovem não tiver acesso à internet basta comparecer ao CRAS próximo a residência e fazer a emissão.

Para gerar o documento virtual, abra o aplicativo no seu celular e entre com suas credenciais de acesso. Na tela principal, você terá o link para gerar sua ID através do QR Code gerado.

Mas o que é o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS)?

É uma unidade pública estatal descentralizada da política de assistência social. Ela é responsável pela organização e oferta dos serviços socioassistenciais pertencentes a Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios e do DF.

É de responsabilidade do município fazer visitas domiciliares constantes às famílias que se enquadram no quesito de pobreza e extrema pobreza para fazer o cadastramento no sistema. Mas se sua família ainda não foi procurada e atenda aos quesitos para participar do programa, você pode ir até o CRAS fazer o cadastro.

Na maioria das vezes, o CRAS se encontra na sede da prefeitura do município. Para efetuar o cadastro, é necessário que o jovem tenha no mínimo 16 anos e levar todos os documentos pessoais dos integrantes da família, comprovante de endereço, comprovantes de renda e carteiras de trabalho dos trabalhadores.

Como fazer seu CadÚnico no CRAS

Se você mora sozinho ou com outras pessoas que não sejam da sua família, deve somar-se a renda de todos que moram na mesma residência e não de sua família.

Os documento necessários para se cadastrar no programa CadÚnico num CRAS:

  • RG
  • CPF
  • Título Eleitor
  • Certidão de Casamento
  • Comprovante de Residência
  • Carteiras de Trabalho CTPS
  • Atestados de matrícula escolar
  • Contratos de Aluguel

Requisitos para ter direito ao benefício do ID Jovem

  • A renda mensal total da família do jovem deve ser de até dois salários mínimos. ( (R$1996,00)
  • Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal
  • Ter as
  • informações cadastrais atualizadas nos últimos 24 meses.
  • Saber o NIS: Você precisa ter em mãos o Número de Identificação Social. Não sabe o seu? Consulte seu Cartão Cidadão, no extrato do FGTS ou na sua Carteira de Trabalho.

O que é o Cadastro Único para Programas sociais do Governo Federal (CadÚnico)?

É um instrumento de coleta de dados com o objetivo de identificar as famílias de baixa renda do País. Os demais programas e benefícios do Governo Federal que utilizam o CadÚnico são: Id Jovem; Bolsa Família; Minha Casa, Minha Vida; Bolsa Verde; Programa de Erradicação do Trabalho Infantil; Carteira do Idoso; Programa de Cisternas; Carta Social; Telefone Popular; Pro Jovem Adolescente; Brasil Carinhoso; Tarifa Social de Energia Elétrica; Isenção de Taxas em Concursos Públicos; entre outros.

Como se cadastrar ou atualizar os dados no cadastro único?

Procurar o setor responsável pelo cadastramento no seu município, geralmente na Prefeitura da sua cidade, ou o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo de sua residência.

O que é o número de identificação social (NIS)?

É um código utilizado para identificar individualmente os usuários do CadÚnico

Quem não tem o NIS pode emitir a ID Jovem?

Não, apenas com o NIS é possível emitir a ID Jovem. Quem não possui o NIS e se enquadra nas regras para inscrição no CadÚnico, deverá dirigir-se ao CRAS ou à Prefeitura de sua cidade para realizar sua inscrição.

ID Jovem Promotor

É um aplicativo feito especialmente para produtoras de eventos, empresários e produtores culturais ou esportivos. Com ele é possível validar o cartão ID Jovem dos usuários e controlar o número de ingressos ou passagens vendidas. Para usar o aplicativo é preciso baixar o aplicativo, cadastrar o CPF ou CNPJ e por fim, cadastrar o evento do promotor onde será regulada a venda de ingressos para beneficiários do ID Jovem. A identidade jovem será validada por meio do QR-Code usando o aplicativo ID Jovem Promotor e a respectiva câmera do celular.

Documento do Estudante

Além do ID Jovem, você também tem outro documento garantido pelo seu direito à meia-entrada. É o Documento do Estudante que te permite pagar meia em eventos como cinemas, festivais, shows, jogos de futebol e demais eventos artístico-culturais. Ele é o oficial das entidades estudantis brasileiras: UNE, UBES e ANPG, e previsto em lei. Tenha agora seu direito assegurado nacionalmente com seu Documento do Estudante.

Dica da UBES:

Pague meia-entrada em cinema, shows e eventos. Faça agora a sua carteira de estudante oficial. É só clicar aqui!

carteira de estudante