Identidade do “Se Liga 16!” mostra a cara e a coragem da juventude

De cara nova, a campanha da UBES mostra que é a vez dos estudantes ocuparem as urnas do país

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas apresenta a nova identidade visual da Campanha Se Liga 16! Com colagens que trazem a expressão de diversos secundas de luta, a arte resgata o espírito protagonista da juventude brasileira à frente das mudanças de rumo do país.

“Para a arte do “Se liga 16” tentamos representar a alegria dos jovens invadindo as urnas e se fazendo representar. A colagem mostra vários jovens e o conceito de ocupar as urnas aliados à ideia de que são os jovens quem podem realmente mudar o rumo da história no país”, diz Juliano de Oliveira Moraes, designer que assina o conceito da peça.

Diante dos recentes retrocessos, nunca se fez tão necessária a participação do jovem na vida política do país. “Os últimos anos, principalmente depois das eleições de 2014, foram sem dúvidas os mais difíceis já vividos pela nossa geração. A sensação era de ‘todo dia um 7×1’ na vida do país. Mas, a juventude, principalmente os secundas, de forma irreverente e criativa, demonstrou que não passaria em branco. Ocupamos escolas, assembleias, câmaras, secretarias, ruas e praças brigando por democracia e direitos”, diz a diretora de Comunicação da UBES, Isabela Queiroz.

A estudante lembra ainda que 2018, além de ser um ano decisivo, é também quando a campanha completa três décadas. E a nova ID do Se Liga 16! traz justamente essa ideia de renovação da luta.

“Esse ano, completando 30 anos da campanha, nos preocupamos em dar uma cara nova a ela, algo conectado com o nosso tempo, que imprimisse a nossa cara nas paredes da escola, da cidade, nos governos, no senado, na câmara e na presidência da república. A ideia foi falar na nossa língua para outros jovens e setores desacreditados da sociedade de que essa é nossa chance de virar esse jogo.”

>>BAIXE AQUI O PANFLETO DA CAMPANHA SE LIGA 16!

Relembre as artes do Se Liga 16!

Ao longo de sua história, a campanha ganhou diversas caras de acordo com o momento político que o país passava. Lembrando sempre ao jovem da importância desta conquista alcançada após forte campanha do movimento estudantil para que esse direito fosse incluído na Constituição Cidadã de 1988. Vamos relembrar? Vamos!

Teve a versão chamando os estudantes para fortalecer a luta pelas Diretas Já!, em julho de 2017:

Em março de 2016, às vésperas do golpe que retirou ilegalmente a presidenta legitimamente eleita, Dilma Roussef, a UBES convocava os jovens a participarem da vida política do país:

Em 2010, ano das eleições gerais no Brasil, a UBES mobilizava os jovens secundaristas a exercerem o seu direito ao voto: