UBES no Acre: estado apresenta educação inovadora

No Acre, 7 escolas já aderiram ao tempo integral, como proposto pelo PNE. A presidenta e diretores da Ubes conheceram o funcionamento também de um Centro de Referência de Inovações Educacionais

acre 3

Representantes da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) visitaram na manhã desta quarta-feira, 3, o Centro de Referência de Inovações Educacionais (Crie) e uma das sete escolas que aderiram o tempo integral, a Sebastião Pedrosa, localizada na Corrente.

Na ocasião, foram apresentadas, ainda, as iniciativas inovadoras do Estado na área da Educação, tais como os programas Quero Ler, Asas da Florestania, o Centro de Estudo de Línguas e a Acadêmia Juvenil Acreana de Letras, além das aulas aplicadas no próprio Crie.

acre4

acre5

acre

 

Já no colégio, os visitantes viram que as aulas obrigatórias continuam sendo aplicadas normalmente, porém, o diferencial do tempo integral é que cada um pode escolher em qual área quer focar nas matérias eletivas.

A presidente da Ubes, Camila Lanes, aponta que encontrou no Acre parâmetros diferentes do restante do Brasil. “Aqui, pude conhecer um padrão que visa além do currículo escolar, pois os estudantes estão o dia inteiro na escola e, ao mesmo tempo, estão aprendendo outros eixos. Eu fico muito feliz em pensar que existe um governo estadual que está tentando algo desse tipo, quando estamos num momento em que o federal tenta aplicar uma reforma do ensino médio que vai totalmente contra as necessidades dos estudantes das escolas públicas”, afirma.

Ressalta, ainda, que ficou muito feliz em poder conhecer de perto as iniciativas que são voltadas para a juventude acreana na área da Educação: “Espero que esse modelo possa um dia se alastrar pelo Brasil. Eu já sabia que o Acre era um dos estados-modelo de educação pública, agora tenho certeza”.

acre2

De acordo com o Assessor Especial da Juventude, Weverton Matias, que acompanhou a agenda, as iniciativas implementadas e apresentadas expressam o compromisso do governador Tião Viana com a Educação. “Aqui no Acre, essa mudança da realidade do ensino se dá muito mais pelo esforço do governo do Estado, pois dos R$ 28 milhões investidos nas escolas integrais, apenas sete foram recursos oriundos do governo federal. Isso demonstra que a Educação é prioridade da atual gestão”, destaca.

Veja um vídeo da visita e conheça o Centro de Referências de Inovações Educacionais:

http://

Confira o programa #ConexãoJovem com Camila Lanes, presidente da UBES, e Temyllis Silva Secretária Adjunta de Juventude de Rio Branco, gravado durante visita ao Acre:

http://

Sobre a UBES

Criada há 67 anos, a Ubes, em conjunto com demais entidades secundaristas estudantis estaduais e municipais, organiza e mobiliza as vontades, insatisfações e os anseios de todos os secundaristas brasileiros. Atua em diversas frentes para canalizar as reivindicações dos jovens, sendo elas nas ruas ou nas redes sociais, nas escolas públicas e privadas, no ensino fundamental, médio, pré-vestibular e técnico, em todas as esferas de governo, e ao lado de diversos movimentos sociais do campo e da cidade.

A organização batalha ainda pelo reconhecimento da meia-entrada para as atividades culturais e esportivas como um direito de todos os estudantes. Reivindica, também, pela reformulação do ensino médio, por mais democracia nas escolas, pelo fim do machismo, racismo e homofobia no ambiente escolar e pede mais assistência estudantil.

Do Notícias do Acre