Nota de Repúdio à repressão da PM contra as famílias sem teto e o MTST

UBES divulga nota condenando ação violenta da PM contra cerca de 700 famílias na ocupação Colonial e prisão do coordenador do MTST. Leia na íntegra:

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas se solidariza com o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, que foi detido nesta terça-feira (17) em São Mateus, Zona Leste de São Paulo.

Boulos estava no local para acompanhar a ação de reintegração de posse da ocupação Colonial, que reúne cerca de 3 mil pessoas, em 700 famílias, que estão no local há mais de um ano. Hoje, esses trabalhadores e trabalhadoras, idosos e crianças foram jogados nas ruas com uma violência desproporcional por parte da polícia militar, que avançou sobre essas famílias com bombas de gás lacrimogêneo e gás de pimenta.

A repressão policial contra os movimentos estudantil e sociais é clara neste momento no Brasil. Vivenciamos isso nas ocupações nas escolas, mas resistimos!

Não abaixaremos a cabeça! Não nos calarão!

Estamos ao lado das famílias sem teto! #LibertemOBoulos #LutarNãoÉCrime

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas
17 de Janeiro de 2017.