Geração das ocupações secundaristas está pronta para ir além

Resoluções do Coneg da UBES defendem unidade do movimento estudantil para resistir aos retrocessos de Temer e de suas reformas

Terminou em São Paulo, na tarde deste sábado (9) o 16º Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg) da UBES, que reuniu 500 estudantes secundaristas de todo o Brasil e teve hoje a sua plenária final. As duas resoluções aprovadas pelos delegados de escolas de todo o país apontam para a unidade da geração de jovens que ocuparam as suas escolas no último ano e que irão agora intensificar as suas lutas.

A resolução de Conjuntura e Educação ressalta a necessidade de resistir a retrocessos do atual governo Temer e dos ataques à educação como a ilegítima reforma do Ensino Médio e as ameaças do projeto da Escola Sem Partido. A UBES afirma que resistirá às tentativas de silenciamento da diversidade política nas escolas e interromper o desenvolvimento crítico da juventude brasileira. Também condena o avanço de medidas autoritárias como a militarização escolar e projetos como o Exército nas Escolas do governo do Rio Grande do Sul.

Acesse a resolução do 16º CONEG

Acesse a resolução de Movimento Estudantil do 16º CONEG

Acesse a resolução do 4º Encontro de Mulheres Estudantes

Acesse as moções aprovadas no 16º CONEG



Fotos: Karla Boughoff | CUCA da UNE

Já na resolução de movimento estudantil, o Coneg reforçou a atuação da UBES nas lutas nacionais protagonizadas pela Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, considerando que a experiência das ocupações formou milhares de jovens com acúmulo para contribuir decisivamente contra os efeitos do golpe e na mobilização do conjunto da sociedade.

Também foi definida a ampliação dos eventos temáticos do movimento secundarista, com a avaliação positiva do último Encontro de Mulheres Estudantes, realizado no dia sete de setembro com a participação de 300 meninas de todos os estados. No próximo período, deverão ganhar mais força o Encontro LGBT da UBES, o Encontro Nacional de Grêmios e o Encontro Nacional de Escolas Técnicas.



Fotos: Karla Boughoff | CUCA da UNE

Além das resoluções, a plenária final do Coneg também contou com diversas moções em pautas variadas. Os secundaristas manifestaram seu apoio às recentes ocupações de mulheres contra a violência e o machismo em diferentes capitais, seu protesto contra a restrição do Passe Estudantil em Porto Alegre (RS), contra a perseguição recente do movimento estudantil em Petrópolis (RJ). Outros temas das moções secundaristas foram a defesa da Amazônia e a luta contra o imperialismo internacional.

Por Arthênius Daniel, de São Paulo.
Foto: Thais Ferrer.