Eu tombo, tu tombas, ela tomba geral

Atração musical do Congresso da UBES na sexta (1), Karol Conka tornou-se ícone da representatividade negra e feminina na música brasileira

A massa secundarista de todo o Brasil pediu e a UBES atendeu. No palco do 42º Congresso da entidade, a curitibana Karol Conka promete um show que reúne diversão e consciência, uma ode ao protagonismo das manas, monas e manos das periferias que têm afirmado cada vez mais que a juventude é o poder.

Considerada uma das artistas mais conhecidas do país a buscar a representatividade negra e feminina como marca do seu trabalho, Karol é hoje conhecida aqui e no exterior como uma cantora de personalidade única, com um estilo voltado ao hip hop, batidas tribais, música eletrônica, dub, reggae e reggaeton.

Ela mandou um salve para os secundas do Brasil em um vídeo gravado e divulgado nas redes sociais. “Meu apoio a todos que ocupam as escolas, participam de grêmios e movimentos humanistas”, disse.

Autora de alguns dos maiores hits dessa geração como “Tombei”, “Tô na Luta”, “Bate a Poeira” e “Lalá”, ela costuma afirmar que a sua existência como artista e o lugar de destaque que ocupa são um ato político, em nome daquelas e daqueles excluídos pelos preconceitos da sociedade.

No show do Congresso da UBES, Karol apresentará as músicas de seu primeiro disco, “Batuque Freak” (2013) e também e também algumas faixas de seu próximo trabalho, “Ambulante” em fase de finalização e que será lançado em 2018.

TRAJETÓRIA DE TOMBAMENTO

1987

Nasce na periferia de Curitiba Karoline dos Santos Oliveira

2002

Integra o grupo de rap paranaense Agamenon

2010

Karol fica conhecida em programa da MTV Brasil e produz o clipe “Boa Noite”

2013

Depois de vários shows pelo país, lança o disco “Batuque Freak”. Fatura o Prêmio Multishow da música brasileira
na categoria “Artista Revelação”.

2014

Se apresenta na Europa e no Japão, recebe elogios e destaque da imprensa internacional. Lança o clipe de “Tombei”.

2015

Turnês por todo o Brasil e também pela Austrália. Lança o single “É o Poder”

2016

É um dos principais destaques da abertura dos Jogos Olímpicos no Brasil, com um show para todo o planeta.

2017

Lacra o 42º Congresso da UBES.

Originalmente publicado no PLUG #1 Especial 42o CONUBES