Estudantes lamentam morte de Dáleti Jeovana

Coletivo publica nota sobre jovem do movimento estudantil, que cometeu suicídio neste sábado (21/10)

A morte da estudante de Jornalismo Dáleti Jeovana, de apenas 20 anos, consternou colegas e conhecidos. A jovem de Palmas (TO) cometeu suicídio no último sábado (21/10), depois de publicar um texto angustiado na sua rede social. Ela participava do movimento estudantil, lutava contra opressões, machismo e racismo. Compunha a Kizomba, um dos coletivos de juventude que constrói a UBES. O grupo publicou uma nota de pesar, enaltecendo a luta da jovem.

Segundo levantamento da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), a quantidade de suicídios de adolescentes aumentou pelo menos 30% no Brasil, entre 1980 e 2013, quando chegou a quase 800 casos.

 

Nota de pesar pelo falecimento de Dáleti Jeovana

É com muito pesar que trazemos a triste notícia do falecimento de nossa querida amiga e companheira de luta Daleti Jeovana. Ela parte deixando-nos muitas lições de amor, amizade, ética e humanidade.

As pessoas são insubstituíveis em sua existência, e quando são especiais, além da falta que fazem àqueles que as amam, deixam o mundo mais triste . Sem a presença dessa guerreira o mundo perde um pouco do seu brilho, alegria e cor.

Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos mas sabemos que sua luz erradia trazendo mais esforços para caminhada contra toda forma de opressão!

Mulher, negra, estudante e incansável na luta por um mundo melhor e hoje está presente na história. Uma irmã que nos motiva por hoje e sempre com o riso e a força!

A revolução hoje tem o som de Daleti Jeovana.
Por você não apenas um minuto de silêncio, mas uma vida inteira de luta!

A Kizomba agradece a esta companheira por fazer parte da nossa história.

Coletivo Kizomba