MATARAM UM DE NÓS!

Jadson José não será esquecido! Visto pela última vez durante enquadro policial, quando foi levado pela viatura da polícia militar, o estudante de apenas 17 anos que desapareceu há mais de uma semana foi encontrado morto nesta quarta-feira (17), em uma reserva ambiental da cidade de Sarandi, região metropolitana de Maringá (PR).

A morte de mais um jovem negro da periferia não pode ser mais um caso que cairá no esquecimento, é alarmante viver em um país que assassina um jovem negro a cada 23 minutos, 63 vidas a cada dia.

Especialistas já chamam de epidemia o índice de homicídios que cresceram 592,8% nos últimos 30 anos.

Sabemos que há uma guerra civil declarada contra nossa juventude, mas por que os assassinos permanecem impunes? Até quando permitiremos que morram novos Jadsons, Ítalos, Anas e tantos outros que são simplesmente ignorados pela grande mídia?

Queremos respostas imediatas ao genocídio da juventude negra das periferias! Não podemos assistir esse mar de sangue acabar com o nosso futuro.

Contra o genocídio da juventude negra das periferias!
Plano Nacional de Redução de Homicídios de Jovens Já!
Desmilitarização da polícia militar!
Transparência de dados sobre segurança pública e violência
Fim dos autos de resistência!