Estudantes criam “Tocha da Educação” no Mato Grosso

A intervenção secundarista acompanhou a passagem da Tocha Olímpica em Várzea Grande nesta quinta-feira (23); a ação chamou atenção do governador às escolas ocupadas

Estudantes que ocupam 25 escolas no Mato Grosso saíram às ruas de Várzea Grande, nesta quinta-feira (21), levando a “Tocha da Educação”. A iniciativa aconteceu no mesmo dia em que a tocha olímpica chegaria na cidade mato-grossense.  Símbolo das Olimpíadas 2016, a tocha oficial percorrerá 82 municípios brasileiros até o acendimento da pira na cerimônia de abertura do evento.

A brincadeira dos estudantes leva a mensagem séria da Primavera Secundarista que reivindica que o ensino seja prioridade.

“Nossa ideia foi chamar atenção do governo no âmbito estadual e federal. No Mato Grosso, o governador Pedro Taques (PSDB) vem tratando a educação como mercadoria, querendo privatizá-la. No Ministério da Educação (MEC), o ministro Mendonça Filho foi empoçado por um governo golpista que ameaça retrocedendo nos avanços”, criticou Juarez França, presidente da Associação Mato-grossense dos Estudantes Secundaristas (AME).

A intervenção acompanhou todo o trajeto da Tocha Olímpica, que chegou ao aeroporto Marechal Rondon no período da manhã.

A corrida secundarista com a “Tocha da Educação” seguiu à frente da tocha oficial, percorrendo todo trajeto da cidade, representando a resistência dos 9 colégios que permanecem ocupados no município contra o sucateamento do ensino e a ameaça de privatização. Saiba mais aqui.

Os Jogos Olímpicos 2016 serão disputados de 5 a 21 de agosto, no Rio de Janeiro. A Tocha Olímpica, símbolo dos Jogos, é usada para passar a chama de um condutor para o outro durante o revezamento, que foi iniciado no dia 3 de maio.