CEARÁ: Em Cariri, assembleia estudantil decide próximos passos das ocupações no interior

O movimento permanece resistente em todo estado até que as exigências sejam atendidas

Em Cariri, interior do Ceará, lideranças estudantis dos 9 colégios ocupados na região realizaram assembleia estudantil nesta terça-feira (14/6), na escola estadual Maria Amélia Bezerra. Reunindo representantes da UBES e da Associação Cearense dos Estudantes Secundaristas (ACES), o encontro deliberou a permanência das ocupações.

A Primavera Secundarista cearense iniciada em maio permanece mobilizada nas 59 escolas ocupadas no estado pela baixa qualidade da merenda, por melhorias na infraestrutura das escolas, eleições diretas para diretor escolar, passe livre estudantil e em apoio à greve dos professores.

Algumas exigências dos estudantes cearenses já foram atendidas, como repasses de R$ 32 milhões para reformar os colégios e R$ 6,2 milhões para melhorar a qualidade da merenda.

No entanto, os secundaristas afirmam que problemas básicos ainda não foram resolvidos, como conta a estudantes do 9º ano, Isla Maria, que ocupa há mais de um mês a estadual José Alves de Figueiredo, no Crato. “Conseguimos dar andamento à reforma dos banheiros, no entanto, ainda esperamos a reforma do laboratório de informática, o envio de novos computadores e a reforma da biblioteca que esperamos há mais de um ano. Também pressionamos pelo Plano Estadual de Educação”, declarou.

ceará

Dica da UBES:

Pague meia-entrada em cinema, shows e eventos. Faça agora a sua carteira de estudante oficial. É só clicar aqui!

carteira de estudante