Após ocupar a Avenida Paulista neste domingo (27), Caravana Estudantil pega estrada rumo à Brasília contra a PEC 55

Estudantes paulistas participarão do Ocupa Brasília nesta terça-feira (29), mobilização unificada para pressionar senadores que votarão a PEC do congelamento

Na tarde do último domingo (27), cerca de 40 mil pessoas tomaram a Avenida Paulista, em São Paulo, contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) – que limita investimentos públicos por 20 anos e a perda de direitos sociais em grande manifestação organizada pelos movimentos sociais. O ato serviu de ”esquenta” para a caravana ”Ocupa Brasília”, que acontece na próxima terça (29).

O secundarista Daniel Cruz, que desde setembro participa das ocupações de escolas no estado paulista, conta que tem participado de constantes manifestações contra a MP 746, a Lei da Mordaça e contra os retrocessos da PEC do congelamento que desvincula os recursos obrigatórios para Saúde e Educação previstos na Constituição. Depois de participar neste domingo do ato que percorreu as ruas da capital, Daniel embarcou no ônibus da Caravana Estudantil no fim da noite.

“O ato foi importante para deixar todos mais engajados com a luta de Brasília nesta terça (29), quando a PEC será votada em primeira instância no Senado Federal”, explica Daniel sobre a marcha organizada pelos movimentos estudantis e sociais.

332_1280x852_105103430_900x599 (1)

A passeata que contou com a presença de figuras políticas e artistas como o músico Chico César, começou no MASP e encerrou com grande jogral na Consolação que convocou todos à capital do país, como disse a presidenta da UNE, Carina Vitral. “Esse projeto de desmonte do Estado brasileiro significa acabar com as escolas e as universidades públicas. O nosso futuro vai ser garantido nas ruas, com mobilização, ocupações. Todas as ocupações, do movimento estudantil rumo à Brasília”, disse.

Em São Paulo, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, afirmou que a PEC é um atentado ao povo brasileiro e que a declaração de Temer neste domingo, sobre a intenção de barrar a emenda da anistia ao caixa 2 é uma hipocrisia. “Não aceitamos a PEC, porque temos a convicção que ela vai destruir o estado brasileiro, a capacidade de investimento social. Vamos tomar as ruas de Brasília para não deixar essa PEC passar, queremos dizer que não dá mais para Michel Temer continuar sentado na cadeira. Além de ilegítimo, perdeu as condições de governar”, disse.

ESTUDANTES DESEMBARCAM EM BRASÍLIA

Com secundaristas, universitários e pós-graduando, o ônibus partiu às 19h da região leste de São Paulo. Depois de cinco paradas na estrada, os estudantes desembarcaram em Brasília.

“Enfrentamos dezesseis horas de viagem e chegamos aqui no período da tarde. Estamos acampados na Universidade de Brasília (UNB), onde também há ocupação em resistência às medidas do governo. Outros ônibus também saíram hoje de São Paulo, de outros estado”, explicou Daniel.

A concentração do Ocupa Brasília começará às 15h, na Biblioteca Nacional. A intenção é que as Caravanas Estudantis se unifiquem aos trabalhadores e técnicos que acompanharão no gramado do Congresso Nacional a votação do Senado que acontecerá às 17h30.

Fotos: Mídia Ninja.