Quem está nas ruas contra o golpe

Conheça alguns dos personagens que ajudaram a construir uma das maiores mobilizações contra o impeachment

Fim do ajuste fiscal, ‘’Fora Cunha’’ e a contrariedade ao processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff reuniram cerca de 100 mil pessoas na Avenida Paulista nesta quinta-feira (16).  Gente de todas as idades, com diferentes gostos, mas com uma vontade em comum de defender a democracia tomaram as ruas da maior cidade do país.

O casal Nival e Vera Marques esteve na rua em 89 a favor do impeachment de Collor e está nas ruas em 2015, desta vez contra o processo que pretende tirar a presidenta do poder. ‘’Em 89 nós éramos caras pintadas lutando para tirar bandidos do poder. Agora estamos nas ruas para impedir que bandidos tirem a presidente do poder’’, pontuou Nival.

Questionada sobre a participação dos estudantes nas manifestações, Vera foi enfática. ‘’Os jovens são o futuro. Serão os pais de amanhã, os formadores de opinião de amanhã. Os jovens precisam lutar e calar essa mídia vendida’’, exclamou.

 

personagens1-768x576

A metalúrgica Magailda Pereira conta que decidiu participar da manifestação para defender seu voto e a democracia. ‘’O povo escolheu a presidenta. E ela é uma mulher, uma mulher como eu e tantas outras. Não vamos deixar que o golpe acabe com nossas escolhas’’, disse.

personagens2-768x576

Em meio à multidão, o pequeno Benjamin Siqueira de apenas 8 anos acompanhava as palavras de ordem. Ao lado do pai e da madrasta, o menino contou que estava feliz em participar da manifestação. ‘’Estou gostando de gritar Fora Cunha’’, falou.

personagens5-768x576

De bicicleta, a atriz Mônica Simões conta que está contente em poder ocupar a cidade. ‘’Eu acredito que é muito importante a nossa participação nessa manifestação, por um Brasil mais justo. A bike e a ciclovia simbolizam também esse avanço, das pessoas poderem compartilhar mais os espaços públicos. Eu estou feliz em estar na rua hoje com os jovens dizendo não ao golpe’’, destacou.

personagens3-768x576

Os estudantes Lucas e Luís, vieram juntos de Caraguatatuba, litoral norte do estado para participar da mobilização. ‘’O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, não tem legitimidade para pedir o impeachment. Por isso estamos na rua. Viemos defender o estado democrático e a juventude está de olho’’, disse.

12388197_10208152894480483_136583747_n