MOVIMENTOS SOCIAIS DO CEARÁ UNIFICAM LUTAS

Mobilização convocará para o dia 11 de agosto uma paralisação estadual em defesa da educação

Aconteceu nesta quarta-feira (22), na Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais do Ceará (APEOC), o lançamento da Frente Ampla em defesa do Pré-Sal, da Petrobras e da educação pública. Formada por movimentos sociais, sindicais e parlamentares, a frente assumirá o compromisso de debater a importância do pré-sal para educação, a ameaça que representa a redução da maioridade penal e o Projeto de Lei que propõe alterações no regime de partilha.

A intenção é convocar para o dia 11 de agosto uma paralisação estadual em defesa do ensino. Os estudantes da UBES e da UNE estão na organização das atividades e irão levar os debates para as escolas e universidades.

“Estamos num momento importante para todos os estudantes, trabalhadores e sindicatos. É hora de unificar as nossas lutas. Aproveitaremos a oportunidade para mostrar aos professores e aos secundaristas que nossa realidade é atacada pela direita conservadora. Precisamos lutar pelo que é nosso”, afirma o diretor da UBES no Ceará, Mário Ramon.

PRÉ-SAL PARA EDUCAÇÃO

O foco do movimento é combater o PL 131/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que altera o Regime de Partilha e Exploração do Pré-Sal, entregando para a iniciativa privada. Se aprovado, o financiamento para a educação pública – através dos royalties e do Fundo Social do Pré-Sal – será cortado, ou até mesmo retirado da área da Educação, colocando em risco o avanço do investimento para essa área.

“A soberania da Petrobras no Brasil é uma pauta muito cara para a juventude e a UNE orgulha-se em se colocar nessa Frente”, afirma Ranyelle Neves, representante da UNE no encontro.

“Essa aprovação seria desastrosa também por comprometer seriamente o aporte de novos recursos para o financiamento da educação pública brasileira”, disse o presidente da CUT-CE, Wil Pereira. O dirigente destacou o risco do projeto desestabilizar a Petrobras, uma das maiores empresas estatais do mundo, tirando dela a gestão do investimento, da exploração e da distribuição dos poços de petróleo em águas brasileiras.

Na próxima segunda-feira, 27, uma nova reunião da Frente será realizada para definir a agenda de atividades.

QUEM CONSTRÓI

CONSULTA POPULAR, CMB, CNTE, CTB, CUT, CONFETAM, DCE-UECE, FETAMCE, KIZOMBA, Levante Popular, MAB, Movimento Para Todos, MOTU, MST, Sindicato MOVA-SE, SINDIUTE, SINDELETRO, Sindicato APEOC, Sindicato dos BANCÁRIOS, Sindicato dos COMERCIÁRIOS, SINPROFI, UBES, UNE, UNEFORT, Deputado Federal José Guimarães, Deputados Estadual Elmano de Freitas, vereadores Deodato Ramalho, Jovanil Oliveira e Irades Cordeiro.

Da Redação, com informações da AEPOEC e CUT.