MATO GROSSO CONTRA O FECHAMENTO DE ESCOLAS

Estudantes ocupam instituição e impedem fechamento. Movimento permanece em alerta contra ameaça a outras unidades

Assim como em São Paulo, a luta contra o fechamento de escolas também tem mobilizado os estudantes do Mato Grosso. Na última terça-feira (01/12), os secundaristas da Escola Estadual Criança Cidadã, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, ocuparam a instituição por 4 dias contra o fechamento da instituição anunciado pelo governo do estado.

A escola funciona há 18 anos em prédio cedido pelo município. Segundo informação dos estudantes, a prefeitura havia prometido doar um terreno para a construção de uma nova unidade, porém, até o início das ocupações não havia nenhuma previsão, além do fechamento e transferência dos matriculados.

“Em setembro recebemos um documento dizendo sobre o fechamento. Organizamos várias assembleias e percebemos que única solução estava em nossas mãos, foi quando decidimos iniciar a ocupação”, conta a secundarista da 9ª série que liderou a ocupação, Gabriela Gil, 14 anos.

 A ocupação foi encerrada na sexta-feira (05/12), quando oficialmente os estudantes foram notificados que a escola não será fechada até 2016. A prefeitura doou o terreno ao lado para construção do novo prédio. “Com a ocupação, conquistamos o nosso objetivo”, comemora Gabriela.

ESTUDANTES EM ALERTA

O presidente da Associação Matogrossense dos Estudantes Secundaristas (AME), Juarez França, diz que os estudantes seguem em alerta. “Foi anunciado o fechamento de outras 5 escolas. Nós seguiremos atentos contra qualquer retrocesso, amanhã teremos uma reunião com o secretário de Educação, não aceitaremos nenhum fechamento”, declarou.

O líder estudantil também prestou solidariedade à luta dos estudantes paulistanos.