UBES inicia movimento pela Reformulação do Ensino Médio

Abaixo assinado pretende dar destaque à modalidade de ensino no documento da conferência que servirá de base para cumprir as metas do PNE

A tenda da UBES na Conae já está aberta, com oficinas de estampa em camiseta e orientação sobre pautas dos secundaristas no fórum, a entidade personalizou um espaço de diálogo permanente com os estudantes para pautar a reformulação do ensino médio.

A decisão de iniciar um abaixo assinado pela reformulação é fruto do Seminário Nacional da UBES que aconteceu na semana passada. A ideia dos estudantes é contribuir na elaboração do documento da CONAE que sirva de base para atingir as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) aprovado no último período.

“Nós da UBES reunimos os membros da diretoria do país inteiro para aprovar uma proposta única e consistente capaz de apontar o caminho para reformulação do ensino médio e transformar nossas escolas. Estamos cansados! É preciso mudar a cara dessa escola careta, machista e homofóbica”, comentou a presidenta, Bárbara Melo.

Veja aqui as propostas da UBES.

No país, estão sendo articuladas as propostas de redesenho curricular para o ensino médio e do Pacto Nacional pelo fortalecimento do Ensino Médio, onde entre as taxas de evasão escolar estão os reflexos da reprovação (12%) e distorção idade-série (31,1%).

Unidade estudantil na CONAE

A conferência segue até o próximo dia 23 de novembro com objetivo de votar em plenária os eixos que reunirá as propostas vindas dos fóruns municipais e estaduais, para isso, debate com a UBES, UNE e ANPG na tarde desta quinta estabeleceu diretrizes dos jovens ao logo dos debates.

“Consideramos que a aprovação do PNE foi a maior conquista da educação brasileira, os últimos anos foi de grande embate nas ruas e nas salas de aula. Um dos primeiros recados que essa conferência precisa dar é que o plano só dará certo se houver participação social, derrubaram o decreto de participação social, mas continuaremos lutando”, enfatizou a presidenta da UNE, Vic Barros.

Confira abaixo o vídeo:

Suevelin Cintia

Da Redação