UBES lança Plataforma Eleitoral para as Eleições 2014

Um dos momentos mais importantes para o nosso país se aproxima. As Eleições 2014 renova o ciclo de ideias para pensar o Brasil em um novo período. Para os estudantes, essa é a hora de acompanhar de perto a apresentação dos programas de governo de cada candidato e garantir que as demandas da educação e da juventude como um todo estejam entre os compromissos das campanhas eleitorais.

A UBES, como representante de mais de 50 milhões de secundaristas formulou sua própria Plataforma Eleitoral, documento base com as reivindicações dos estudantes que serão apresentadas aos candidatos. O texto foi formulado pela Diretoria Plena da entidade e contempla as pautas centrais do movimento estudantil.

Juventude vai às urnas

Como em todo ano eleitoral, a UBES começou em abril a campanha de conscientização sobre a importância de participar da vida política do país, além de incentivar o exercício do voto facultativo, umas das conquistas históricas do movimento estudantil. Através de debates nas escolas e a emissão de títulos de eleitor em diversos cartórios, o tradicional “Se Liga 16!” cumpriu o papel de fomentar entre os secundaristas de 15 a 17 anos a certeza de que o voto da juventude tem representatividade decisiva na hora da contagem.

Neste ano, juntos eles já somam 1,6 milhão de eleitores nessa faixa etária, para os estudantes o objetivo é entrar na corrida eleitoral e no debate de ideias, como comenta a presidenta da UBES, Bárbara Melo. “No dia 5 de outubro os secundaristas estarão nas urnas. Nessa perspectiva a UBES lança sua opinião. Os estudantes chamam atenção para pautas emergenciais, para que o Brasil avance e acabe com as desigualdades, sabendo que para avançar é preciso investir na melhoria do ensino”, defende.

Da Redação