Congresso da ABES comemora 10 anos de reconstrução da entidade

O encontro ocorre de 13 a 15 de dezembro no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador. Com a presença de todas as entidades municipais da Bahia, este é o 6º congresso da ABES, demarcando os 10 anos desde o seu 2º processo de reconstrução

Com o tema “Secundaristas, uma rebeldia consequente – na luta pela escola dos nossos sonhos”, a Associação Baiana de Estudantes Secundaristas (ABES) convoca os estudantes a participar de seu Congresso (CONABES) a ser iniciado na sexta-feira (13/12) e toma o fim de semana com muitas atividades e discussões sobre os rumos da luta estudantil no estado.

Para o atual presidente da entidade, Wesley Machado, esta edição é simbólica. “Ao longo desses 10 anos estamos caminhando para a sexta gestão a ser iniciada, um congresso feito com o máximo de esforço para que toda a região da Bahia, que é tão plural, esteja representada. Do Norte, em Juazeiro, até o Sul, Extremo Sul e Costa do descobrimento; passando por Barreiras no Oeste e chegando até o Sudoeste em Vitória da Conquista – sem esquecer de Salvador e toda sua região metropolitana”, comenta o secundarista à frente da entidade nos últimos dois anos.

Realizado na Escola Padre Luís Palmeira, o evento marcará os 10 anos desde o 2º processo de reconstrução da entidade que deu vida longa à manifestações como a Revolta do Buzu. Nesta edição, a estimativa é de receber mil secundaristas em um total de 500 delegados que votarão as frentes de luta da ABES em pautas centrais, entre elas o debate da Gestão Democrática nas escolas e o Passe Livre no estado.

CONABES

Com forte representatividade do movimento secundarista baiano, o CONABES será formado por todas as Uniões Municipais (UMES) construídas em toda Bahia. Para os estudantes que se credenciaram para o 40º Congresso Nacional da UBES (CONUBES), a inscrição no congresso que segue até o dia 15/11 terá liberação automática para participação. “O esforço feito é para garantir que a Bahia fosse a maior bancada no congresso da UBES vai render frutos para o congresso da ABES. A estudantada tá mobilizada pra construir o maior congresso da ABES desde sua reconstrução”, finaliza Wesley.

Acesse a programação completa do evento

13 de dezembro (sexta-feira)                                                                            

18h00 – Leitura e aprovação de regimento.

19h00 – Atividades culturais.

14 de dezembro (sábado)                                                                                  

8h00 – Mesa de abertura

  • Bárbara Melo – Presidenta da UBES
  • Vladimir Pinheiro – Coordenador de PPJ da Bahia
  • Juremar de Oliveira – CEJUVE
  • Marianna Dias – Presidenta da UEB
  • Eden Valadares – Assessor do Governo do estado da Bahia
  • José Eduardo – Prefeito de Simões Filho
  • Joel Luiz – Presidente da Câmara de Vereadores de Simões Filho
  • Marilene Betros – Diretora da APLB Sindicato
  • Osvaldo Barreto – Secretário de educação da Bahia

9h00 – Ato Político: “Mudar a política para mudar o Brasil – os estudantes e os movimentos sociais em defesa da Reforma Política”.

  • UBES / UNE / OAB/ UEB / CNBB / CUT / CTB / MST / MMM / UBM / CONAM / UNEGRO / MNU / Partidos Políticos / Parlamentares.

11h00 – Painéis

  • Estatuto da Juventude: conquistas e contradições.

Juremar de Oliveira – CEJUVE
Carlos Eduardo – Assessor de Juventude de Simões Filho
Yullo Oiticica – Deputado Estadual PT/BA

  • Reforma do Ensino Médio e o novo Plano Nacional de Educação (PNE).

Bárbara Melo – Presidenta da UBES
Aby Custódio – Ex-presidente da USES (União Sergipana dos Estudantes Secundaristas)
Raí Amorim – Diretor de Políticas Educacionais da UEB
Rowenna Brito – Secretaria de Educação da Bahia

13h00 – Almoço

15h00 – Grupos de Debate:

  • Combate ao racismo
  • Cultura, esporte e gestão democrática na escola
  • Democratização dos meios de comunicação
  • Desafios do movimento estudantil secundarista
  • Ensino técnico
  • Políticas sobre drogas
  • LGBTT
  • Mulheres

17h00 – Apresentação Teatral ‘Filhos da Abolição’ – Grupo Harambê

18h00 – Jantar
19h00 – Ato Cultural do 6º Congresso.

Shows

14 de dezembro (domingo)                                                                              

9h00 –  “ABES: 10 anos de reconstrução – e ainda tem gente que diz que isso é coisa de criança”. Homenagem a ex-presidentes e dirigentes da entidade.

10h00 – Plenária Final do 6º Congresso da ABES.

  • Aprovação da Resolução “Revolta do Buzú 10 anos: a nossa luta é pelo passe livre!”
  • Aprovação das propostas consensuais
  • Votação das propostas divergentes
  • Eleição da nova diretoria da ABES

14h00 – Almoço

15h00 – Marcha pela desmilitarização da polícia militar

16h00 – Retorno das delegações às suas cidades.

  • Sérgio Ênio

    eu vejo o futuro repetir o passado… congresso da Ubes não é democrático… por isso é apenas mais um congresso…